Selecione os melhores imóveis da região:

Mauá está pronta para seus negócios

Uma espécie de quinta força de uma das principais regiões econômicas do País. Mauá vê crescer gradativamente sua parcela de importância no ABC - e, claro, todo o Brasil. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Mauá possui cerca de 448 mil habitantes, a décima cidade com maior número de pessoas no Estado e terceira no ABC e está entre os 50 municípios mais populosos do Brasil. Com um terço de sua área dedicado a diversas indústrias, é tido como importante polo local e nacionalmente. 

Ainda que atrás das três principais cidades da região, Mauá atrai interesse de empresas, principalmente de tecnologia, mas também possui forte presença nos setores de logística, metalurgia, indústria química, de materiais elétricos e petroquímica. Mesmo com tantas mudanças, a cidade ainda é lembrada como a "Capital da louça e da cerâmica" ou "Capital da porcelana", devido à força que a atividade teve no passado para o desenvolvimento do município.

Mauá é o 20° município do estado em Produto Interno Bruto (PIB). Possui uma das mais importantes faculdades do País, o Instituto Mauá de Tecnologia. Seu IDH (Índice de Desenvolvimento Humano - medida comparativa usada para classificar os países pelo seu grau de "desenvolvimento humano") é de 0,766, considerado alto e o 131º do estado. A cidade também sedia a Refinaria de Capuava. Tudo isso faz de Mauá um dos maiores parques industriais brasileiros. 

O potencial da cidade é enorme, pois o Rodoanel e o prolongamento da Avenida Jacu-Pêssego/Nova Trabalhadores) facilitam o acesso, provocam o crescimento da atividade industrial e fazem com que a malha viária não seja o problema para esse desenvolvimento.

De acordo com a Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC (Acigabc), a cidade não apresentou lançamentos em 2014 e 2015, trabalhou mais com o estoque remanescente e móveis de terceiros. Em 2016 esse quadro começou a mudar e no primeiro semestre a cidade, mesmo que de forma ainda tímida, teve lançamento de 161 unidades, ficando em terceiro lugar no ABC.

Culturalmente, a cidade conta com um museu, quatro bibliotecas e um teatro. Para o lazer, a cidade possui 55 áreas de lazer, uma praça de cultura, esportes e lazer, dois parques e mais de cem praças abertas. O comercio local é forte e os moradores têm acesso a grandes redes de supermercados, locais e nacionais. Além disso, tem dois shoppings centers completos, o Mauá Plaza e o Green Plaza.

São mais de 125 mil domicílios, com as classes B e C em predominância, que contam com ampla rede de água, luz e esgoto, bem como sistema integrado de transporte, linhas de ônibus e estações da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). 

Mesmo com uma taxa alta de domicílios, Mauá possui duas das cinco maiores favelas do Estado de São Paulo. Segundo o IBGE, considerando todas as favelas da cidade, um a cada grupo de cinco moradores vive em comunidades. Mas a prefeitura local já age para urbanizar e legalizar esses espaços.

De acordo com dados do Portal ABC Imóvel, Mauá é a quarta cidade que mais recebeu visitas virtuais no espaço. Ainda está bem abaixo das três primeiras (Santo André, São Bernardo e São Caetano), porém conta com mais que o triplo de procuras que Diadema, a quarta colocada. As unidades entre R$ 180 mil e R$ 210 mil são as mais vistas.

Texto elaborado por Marco Barone em setembro de 2016.

NOTÍCIAS DO MERCADO E DICAS DE DECORAÇÃO