Mercado imobiliário
23.nov.2017
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Cresce venda de novos imóveis

Em setembro foram comercializadas 1.819 unidades

Imagem Cresce venda de novos imóveis
Logo Copiar Blog Notícia
O mercado imobiliário já demonstra sinais de recuperação e a expectativa é de fortalecimento do setor. Prova disso é o aumento o crescimento das vendas de unidades residenciais novas em São Paulo. 

Segundo a pesquisa realizada pelo Departamento de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação (Secovi-SP), em setembro foram comercializadas 1.819 unidades residenciais. Esse resultado é 5,9% superior com o mesmo mês de 2016.

"O ambiente está propício aos investimentos, com inflação controlada, Selic em um dígito e índices de confiança em alta, dentre outros aspectos favoráveis. Ainda assim, temos de atacar o alto nível de desemprego, que atinge cerca de 13 milhões pessoas", afirma Flavio Amary, presidente do Secovi. 

Já no acumulado de janeiro a setembro, foram comercializadas 12.810 unidades, um aumento de 18,4% em comparação ao mesmo período de 2016, quando as vendas totalizaram 10.817 unidades.

Os imóveis de 2 imóveis permanecem entre os queridinhos e destacaram-se nas vendas com 1.029 unidades comercializadas e nos lançamentos com 1.485 unidades apresentadas. 

No quesito área útil, as unidades na faixa 45 m² e 65 m² lideraram em vendas com 546 imóveis comercializados e 790 unidades lançadas.

De acordo com a entidade, o mês setembro encerra o terceiro trimestre do ano com alta em todos os indicadores da pesquisa, demonstrando que o setor tem respondido positivamente ao comportamento da macroeconomia. Vale destacar que o crescimento de 10,1% nos lançamentos e de 18,4% nas vendas no ano ainda se dá sobre uma base fraca, pois, em 2016, a pesquisa registrou os mais baixos índices históricos. 

"É importante considerar que fatores como a queda da inflação e da taxa Selic impactaram o mercado, possibilitando que mais famílias se tornassem aptas ao financiamento imobiliário. Com o anúncio da Caixa de mais de R$ 8 bilhões para a concessão de crédito, a tendência é de aquecimento até o fim do ano", acredita Flávio Prando, vice-presidente de Intermediação Imobiliária e Marketing do Secovi-SP. 

#MERCADO IMOBILIÁRIO
Fonte:
ABC Imóvel
O Portal de Imóvel do Grande ABC de São Paulo
www.abcimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Financiamento Imobiliário - É possível usar o saldo do FGTS?
Próximo Post >
Cresce venda de novos imóveis